Alex sempre fantasiou com a vizinha Alice, com belas curvas e sorriso agradável, com aquela indiscrição sensual e inexplicável de mistério e aventura. Alex não tinha planos de desperdiçar anos sem tentar a sua sorte e quando se cruzou com ela nas escadas, não hesitou e convidou-a para um café. “Claro. Toma, sê cavalheiro e…Continuar a ler “Um bom café para um dia difícil”