in

Sabia que existem vários tipos de vagina?

tipos de vagina

Assim como existem diferentes tipos de pénis também existem vários tipos de vagina. No entanto, talvez por não estar tão exposta como o pénis ou por conta do tabu que envolve o tema, muitas mulheres nunca olharam “de frente” para a sua vagina. E pior do que isso, se olharam, sentem-se envergonhadas por achar que não segue os padrões normais.

Antes de mais nada, temos que esclarecer que aquilo que a maioria chama de vagina, na verdade é a vulva. A vagina é apenas a parte interna do órgão sexual feminino onde ocorre a penetração e por onde acontece o parto normal.

A vulva é a parte externa e é composta pelos grandes lábios, pequenos lábios, clitóris, orifício da uretra e o orifício da vagina. E é na vulva que estão as caraterísticas físicas que diferenciam a aparência do órgão sexual feminino.

De acordo com a carga genética de cada mulher, o que vai mudar é a cor, o tamanho, o formato dos grandes lábios e o tamanho do clitóris.

O que diferencia os diferentes tipos de vagina?

A cor

A cor da vagina varia de acordo com a tonalidade da pele da mulher. Ela pode ter uma tonalidade mais rosada, castanha ou arroxeada, em peles mais escuras. E os pequenos lábios podem ter uma cor diferente da parte externa, e serem mais claros ou mais escuros que o resto.

Com o avançar da idade e as alterações hormonais, a coloração da vulva pode mudar. Durante a infância, é normalmente mais clara do que na idade adulta ou velhice. E durante a gravidez também escurece por conta da ação das hormonas.

Formato dos tipos de vagina

É com o tamanho e o formato dos pequenos e grandes lábios que as mulheres mais se preocupam. Isso acontece devido ao padrão de beleza das partes íntimas, que normalmente mostra lábios pequenos e sem nenhum pelo.

Vamos aqui citar alguns tipos de vagina/vulva mais comuns. Mas mesmo dentro destes tipos há variações:

  1. Beijo ou coração – É quando os grandes lábios envolvem os pequenos lábios e o clitóris ao mesmo tempo. A forma que fica, lembra um beijo ou um coração.
  2. Borboleta – É quando os pequenos lábios ficam visíveis. Eles aparecem para fora dos grandes lábios, parecendo asas de borboletas. E o tamanho das “asas” pode variar de mulher para mulher.
  3. Clitóris aparente – Também chamada de “tocha olímpica”. É quando tem o clitóris mais comprido de maneira que fica exposto. As mulheres que possuem este tipo de vagina, tem mais facilidade em atingir o orgasmo porque conseguem roçar mais o clitóris contra o púbis masculino, aumentando o seu prazer.

Muitas mulheres têm vergonha do seu tipo de vagina e por este motivo deixam de ter uma boa vida sexual. Muitas se privam do sexo oral ou não deixam o parceiro ver a sua vulva. Mas acredite, nenhum homem vai deixar de ter sexo com uma mulher por conta da aparência da vulva.

As vaginas são tão diferentes umas das outras que, em 2011, um artista plástico britânico, chamado Jamie McCartney, criou um grande mural com mais de 400 imagens de vaginas feitas em gesso. Todos os moldes destas vaginas foram feitos a partir de mulheres reais. O mural chama-se “Great Wall of Vagina”.

Portanto, aceitar que todos os tipos de vagina, cada um com suas caraterísticas, são normais, é imprescindível para ter uma vida sexual mais leve e prazerosa. Liberte-se e desfrute de bonitos momentos de prazer sem estar preocupada com as caraterísticas da sua vagina. O que interessa é aceitar o corpo, amá-lo e ser feliz.

Se gostou do artigo sobre os tipos de vagina, partilhe com os seus amigos.

Aumentar o pénis. Aumento peniano

Aumentar o pénis: é possível?

edging

Edging: riscos, benefícios e técnicas para controlar o orgasmo